0

Plano e ação imediatos. A situação crítica do momento não requer simples planejamento, mas algo simultâneo. Por isso já se reuniram os prefeitos Marco Antônio Lage e Raimundo Nonato Barcelos, Nozinho, de Itabira e São Gonçalo do Rio Abaixo, respectivamente, conversaram, chamaram a Vale, que aceitou a empreitada e as mãos dos três estão efetivamente à obra.

Assim já está ocorrendo a parceria, de cuja assessoria participa a equipe técnica que trabalha em Itabira do Hospital Israelita Albert Einstein. A finalidade é a construção de um hospital de retaguarda, ou o próprio hospital de campanha.

AÇÃO IMEDIATA

A primeira reunião entre as partes já ocorreu nesta segunda-feira, 22 de março. As providências seguintes caminham celeremente. O projeto desenhado é para a abertura de até 42 novos leitos que possam minimizar a demanda regional por unidades de atendimento exclusivas de Covid-19.

As secretarias municipais de Saúde das duas cidades já preparam o modelo a ser implementado. A ideia partiu do fato de que São Gonçalo já tem um Pronto Atendimento em funcionamento com cerca de 50% ainda sem funcionar. O que se pretende fazer é acrescentar algo assim em torno de exatos 36 leitos mais seis salas que estavam previstas para cirurgias, aproveitando-as como componentes do complexo já planejado.

RECURSOS HUMANOS

Pronto o espaço, esses receberiam os equipamentos necessários, ficando a Vale a cargo dos recursos humanos a serem implementados. Não há recrutamento de pessoal a cargo dos parceiros, mas totalmente terceirizados e prontos para atuar neste momento crítico. Médicos, enfermeiros e técnicos estão incluídos neste conjunto de medidas com que a Vale se responsabilizará.

Parceiros para combater a Covid-19: prefeitos Marco Antônio e Nozinho, além da Vale, partem para solução prática e imediata

Parceiros para combater a Covid-19: prefeitos Marco Antônio e Nozinho, além da Vale, partem para solução prática e imediata

“A situação crítica não requer mais espera. Boletim desta terça-feira (23) aponta que 100% dos leitos de UTI e enfermaria voltados para combate à pandemia estão ocupados em Itabira. O município ainda tem dez itabiranos internados em outras cidades, além de 14 pacientes aguardando transferência.

“A situação é gravíssima e pede urgência. Com auxílio da equipe do Albert Einstein enxergamos essa oportunidade de parceria com São Gonçalo. Estamos contando com o apoio da Vale e nosso intuito é de que isso saia do papel com urgência urgentíssima. O sistema está em colapso e precisamos aumentar a oferta de tratamento para esses pacientes”, afirmou o prefeito Marco Antônio Lage.

NS

Com: Coord. Com. Social/PMI

Fotos: PMSGRA /Divulgação

“CUIDADO, ITABIRA! CUIDADO, REGIÃO!”

Matéria Anterior

SINTOMAS AUDITIVOS PÓS-COVID-19

Matéria Seguinte
0 0 vote
Article Rating
Acompanhe os comentários!
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Você também pode gostar

Mais em Saúde