0

Um artigo publicado por cientistas na revista “Nature” revelou que foi encontrado um conjunto de 267 genes no Homo Sapiens que desempenharam um papel fundamental no desenvolvimento da criatividade. Isso permitiu que eles se diferenciassem dos Neandertais e evitassem sua extinção.

A evolução natural, de acordo com a Teoria de Charles Darwin

A evolução natural, de acordo com a Teoria de Charles Darwin

SCHOPENHAUER TINHA RAZÃO

Homo Neandertal não teve o mesmo processo de desenvolvimento e caiu no esquecimento da história ou se transformou por meio do tempo

Homo Neandertal não teve o mesmo processo de desenvolvimento e caiu no esquecimento da história ou se transformou por meio do tempo

Mudança climática favorece a extinção dos anfíbios, segundo comunicado. A criatividade permitiu ao homem anatomicamente atual desenvolver inovações tecnológicas e flexibilidade em seu comportamento. Também explica a disposição exploratória de expandir seus domínios e encontrar terras com melhores condições de sobrevivência.

O filósofo alemão do século 18, Arthur Schopenhauer, defende, em sua principal obra, “O mundo como vontade e representação”, que o instinto de defesa para preservação das raças na face da terra têm exatamente este objetivo. Trata-se de uma inteligência nata, que promove a defesa, a todo custo, na não extinção das espécies.

TECNOLOGIA E COOPERATIVIDADE

Na pesquisa ficou demonstrado que o Homo Sapiens desenvolveu sua defesa e por isso não sofreu o processo de extinção

Na pesquisa ficou demonstrado que o Homo Sapiens desenvolveu sua defesa e por isso não sofreu o processo de extinção

Tudo isso também contribuiu para a evolução da autoconsciência e da cooperatividade. Esses dois últimos aspectos foram fundamentais para evitar a extinção, pois ofereciam ao Homo Sapiens maior resistência ao envelhecimento, às lesões e às doenças.

Esses 267 genes recém-identificados deram ao Homo Sapiens 30 a 40% mais adaptabilidade do que os neandertais. Isso sugere que a diferença na aptidão física entre as duas espécies era maior do que se pensava anteriormente.

Os primeiros primatas surgiram na Terra há 55 milhões de anos. Nossa árvore genealógica contou com a ascensão e desaparecimento de diversos antropoides, até o surgimento do Homo Sapiens e dos chimpanzés modernos. Nosso ancestral comum surgiu por volta de sete milhões de anos atrás.

A criatividade permitiu ao homem, anatomicamente atual, desenvolver inovações tecnológicas e flexibilidade em seu comportamento.

Em todos os quesitos de pesquisa, hoje em dia, figura a Teoria do cientista e antropólogo inglês Charles Darwin.

(Crédito: Arquivo/Natural History Museum)/Pesquisa NS)

Fotos: Divulgação

CIDADÃOS COM COMORBIDADES TERÃO PRIORIDADE PARA VACINAÇÃO

Matéria Anterior

ONDA VERMELHA EM ITABIRA: NORMAS A SEGUIR SÃO VÁRIAS E COM AVANÇOS

Matéria Seguinte
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Você também pode gostar

Mais em História