0

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) aplica, nesta sexta-feira (30), os últimos imunizantes da CoronaVac disponíveis para a segunda dose no estoque do município. Para dar continuidade ao calendário divulgado recentemente, as equipes de imunização aguardam novo envio de vacinas por parte dos governos Federal e Estadual.

OS PORQUÊS DA FALTA

Itabira interrompe vacinação da segunda dose de Coronavac mas espera que possa reorganizar o calendário na semana que vem

Itabira interrompe vacinação da segunda dose de Coronavac mas espera que possa reorganizar o calendário na semana que vem

Poucos acordos firmados pelo Governo Federal no ano passado, decisão de não guardar injeções de reforço e atraso no recebimento de IFA pelo Instituto Butantan explicariam o cenário

O problema tem sido verificado em todo país e está relacionado à defasagem na produção e distribuição por parte das demais esferas, segundo apurado pela imprensa.

As últimas remessas encaminhadas aos munícipios foram compostas, quase na totalidade, por imunizantes da AstraZeneca. Essas vacinas estão sendo utilizadas na vacinação de primeira dose dos grupos prioritários, especialmente de idosos na faixa etária de 64 a 60 anos.

Falta vacina em vários países da Europa, mas no Brasil, sem motivos idênticos aos europeus, está havendo lentidão na entrega aos municípios

Falta vacina em vários países da Europa, mas no Brasil, sem motivos idênticos aos europeus, está havendo lentidão na entrega aos municípios

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE EXPLICA

“É um problema que tem sido a realidade de várias cidades do Brasil em todos os estados. Na nossa região também não é diferente, com muitos municípios já suspendendo a vacinação de segunda dose desde o início da semana. Até tivemos pessoas de outras cidades que vieram para Itabira na tentativa de receber a imunização complementar. Felizmente, ainda conseguimos avançar bastante, chegando até os 69 e 70 anos nesta sexta-feira, mas agora teremos que interromper até a chegada de novas doses, o que esperamos para a semana que vem”, diz a superintendente de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde, Leandra Figueiredo.

Dever do Estado (governos Federal, Estadual e Municipal): povo espera regularização na continuidade da vacinação que agora depende de Brasília

Dever do Estado (governos Federal, Estadual e Municipal): povo espera regularização na continuidade da vacinação que agora depende de Brasília

A SMS ainda esclarece que todas as doses enviadas aos municípios são entregues com o direcionamento já estabelecido, de acordo com o Plano Nacional de Imunização e as notas técnicas da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES/MG). Nessa quinta-feira (29), Itabira e outras cidades da região encaminharam ofícios à Gerência Regional de Saúde (GRS) informando a escassez de imunizantes e a necessidade de novos envios da Coronavac.

Nesta sexta-feira, as últimas vacinas foram aplicadas mediante entrega de senhas nos drive-thrus da Prefeitura e da Funcesi. Desde a divulgação do calendário mais recente, mais de 3,5 mil doses foram destinadas aos idosos com idades entre 79 e 71 anos em Itabira. Desde o início da campanha de vacinação, até o dia 28 de abril, a SMS já aplicou 26.042 doses contra a Covid-19.

Agora é aguardar o que resolvem as fontes distribuidoras, a partir dos governos estadual e federal.

Com: Coord. Com. Social PMI/Notícia Seca

Fotos: Divulgação

MUNDO EM PERIGO. CIENTISTAS ADVERTEM: “ESTAMOS A UM PASSO DO FIM”

Matéria Anterior

“RECOMEÇA MINAS”

Matéria Seguinte
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Você também pode gostar

Mais em Saúde