0

“Lugar encantador! Muita paz e sossego além de lindas cachoeiras!” — diz a nota que se espalhou nas redes sociais. E prossegue:

“Pequeno Vilarejo que conheci quando estive em Ipoema (outro distrito de Itabira, vizinho de Senhora do Carmo). Rústico e encantador, paisagens lindíssimas, de verde e serras. Fiquei hospedada em Ipoema porque não conhecia lá, me arrependi, casinhas super simpáticas, alguns restaurantes e poucas pousadas”.

CACHOEIRA DOS MARQUES

“Sem sinal de telefone e muitas cachoeiras para visitar. Visitei a Cachoeira dos Marques, um pouco depois do Restaurante Cantinho da Serra, almoço 35 reais por pessoa, à vontade, é necessário fazer o pedido antes, na ida para a cachoeira para comer na volta; demora cerca de 2 horas para ficar pronto; pagamento somente dinheiro. O acesso à Cachoeira dos Marques é tranquilo, cerca de 30 metros de caminhada. No caminho tem um pequeno riacho, onde você já começa a se refrescar. Vale muito a pena, poço enorme com muita água para mergulhar!”

CACHOEIRA DO BONGUE

Almoçamos no vilarejo, comida caseira, servimos no próprio fogão da casa de uma senhora, 30 reais. Seguimos para a Cachoeira do Bongue, 7 km do centrinho do Vilarejo Serra dos Alves, bem sinalizado com plaquinhas no caminho. O acesso à cachoeira é uma descida bem íngreme de cerca de 600 metros, com alguns obstáculos. É necessário equilíbrio e disposição, tanto para descer quanto para subir. Leve bastante água, você vai precisar! A cachoeira é maravilhosa, grande, muita água, um poço muito grande também. Pelas pedras você consegue ficar embaixo da queda, um banho de energia!

DE VOLTA AO “CENTRINHO”

No caminho do centrinho você vai passar na ponte sobre a Cachoeira da Boa Vista, é bonita, grande, com muitos poços, porém fica muito cheia, várias pessoas fazem churrasco, ligam som dos carros, etc. Para ajudar anexei um mapa que o dono da pousada em que fiquei me mostrou, ajuda muito.

No caminho de volta passei dentro do Parque Estadual Mata do Limoeiro, que por sinal possui muitas atrações que vale a pena visitar. Dica: leve dinheiro, não possui sinal de celular ou internet, todos os estabelecimentos que vi não aceitavam cartões”.

 

Assomado: Uma visitante deslumbrada

NOTA DA REDAÇÃO: existe no “centrinho”, uma igrejinha estilo colonial, que estava fechada., Bonita por dentro e por fora, enfeita a localidade, verdadeiro presépio. A descrição é de 2018 e hoje a localidade está muito mudada. Têm mais pousadas, restaurantes, telefonia móvel etc.

CATAS ALTAS CONTRA GRIPE INFLUENZA

Matéria Anterior

VEREADORES DE ITABIRA APROVAM INSTAURAÇÃO DE CPI PARA INVESTIGAR ITAURB

Matéria Seguinte
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Você também pode gostar

Mais em Geral