0

A luta pelo melhor texto educativo e informativo. A defesa de assuntos essenciais. O abandono do sensacionalismo. A verdade como guia. A humildade como meio de correção dos erros apontados pelo internauta, que passa a ser o melhor amigo e o melhor observatório. A adoção de um objetivo chamado qualidade.

Esses são fatores nos quais o site se apoiou, mesmo com experiência anterior voltada para o que chamam de atrativo. E deu certo, pelo menos os números mostram esta conclusão.

ANÁLISE DE ENTENDIDOS

Notícia Seca entrou no ar dia 12 de março. A sua base de sustentação visa a atingir 25 municípios da área de influência de Itabira, que é o centro da proposta, pelo menos inicialmente, como tentativa de estudar problemas e apresentar soluções.

Depois de completar dois meses de veiculação, em menos de uma semana os acessos dobraram dia a dia. Ou seja, com 1.090 visitas media dia, em 13 de maio, no dia 20 esta quinta-feira,  a estatística   mostra   que   2.921   tornaram-se   leitores   assíduos,   inscrevendo-se   como participantes, nos últimos 30 dias, enquanto há quase 20.000 revezamentos de visitas.

De acordo com analistas de procura de sites, o que Notícia Seca conseguiu captar é extremamente notável porque não houve abordagem de temas sensacionalistas, nada de buscar escândalos que parecem vir do inacreditável. Mas a expressão “seca” tem como meta a  imparcialidade.  Há um segredo que projeta o site para um rumo infinito. Com o tempo, o leitor e internauta entenderá, mas é preciso saber explicar. É o que se tenta, agora mostrar.

PASSADO E FUTURO

O que NS tem em mãos ultrapassa qualquer imaginação, mesmo dos que já adotaram seu   dia  a  ver,   diariamente,   o   site   www.noticiaseca.com.br.  Primeiro, temos  uma verdadeira enciclopédia sobre a História de Itabira, com enfoque do senso comum e acadêmico, escrita por dezenas de professores especializados e entrevistas do cidadão comum. São trabalhos de pesquisas em graduação, pós-graduação, mestrado e doutorado. O esforço se desenvolveu em várias bibliotecas de faculdades da região.

Segundo, a editoria tem uma extensa experiência no tema Estrada Real, cujos trechos foram   visitados   pelo   menos   três   vezes   em   regiões   completas   dos   municípios e, repetidamente, no entorno das cidades históricas, de Diamantina a Ouro Preto, o Circuito do Diamante.

Terceiro, o registro de 240 edições, trabalho de 20 anos, mantidos como patrimônio que está   sendo,  gradativamente,   entregue a você,   leitor,   servindo   como   suporte   para   novos profissionais, mestres, doutores, jornalistas, estudiosos e estudantes. Eis aí o segredo deste projeto: mostrar o passado, firmar-se no presente e projetar o futuro.

Contamos com bons e bem aprofundados em temas diversos, colunistas, homens e mulheres, da cultura e do conhecimento, vindos de outras regiões, até do exterior. O fato traz grande opção e vem contribuindo para o aumento de internautas devotos à notícia cada vez mais seca.

Sites existem aos milhares, milhões. Mas estamos falando de conteúdo. Quem está julgando é você, a quem  renomeamos como nosso guia máximo, nosso repórter, nosso editor.

A Editoria

CATAS ALTAS PRORROGA MEDIDAS RESTRITIVAS E VACINA PESSOAS COM COMORBIDADES

Matéria Anterior

FALTAM 27 DIAS PARA SER COMPLETADO O CENTENÁRIO DO MÉDICO DR COLOMBO PORTOCARRERO DE ALVARENGA.

Matéria Seguinte
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Você também pode gostar

Mais em Editorial