Notícia Seca prefeitura
HUMOR POLÍTICA CRÔNICAS CULTURA GERAL JORNAL DE PREÇOS VÍDEOS MEIO AMBIENTE CIDADES ECONOMIA EDUCAÇÃO SAÚDE
Boa madrugada - Itabira, quarta, 05 de agosto de 2020   NOTÍCIA SECA CONTATO

HUMOR  
SOCORRO! ESTÃO QUEIMANDO CAPIM EM ITABIRONA:
Coronavírus virou a paixão do imprefeito 24/04/2020

 

O imprefeito de Itabirona da Serra sem Cauê  teve um monte de motivos para decretar estado de calamidade pública no município, mas preferiu passar por cima de todas as razões para considerar o Covid-19 como merecedor de uma atenção especial.  Lá em Cabritolândia nem imaginam em fazer esta besteira. Se fizerem vamos cortar o capim do bode que manda na prefeitura e arrancar seus chifres.

 

Pode parecer estranho, mas, vamos lá com as notícias de Itabirona da Serra sem Cauê:

 

- Itabirona está cercada por 15 barragens de rejeito de minério de ferro. Virou uma ilha ameaçada por lamas e cheia de placas que ensinam o povo a fugir.  Nesta semana está em voltas com o perigo de uma delas, de Borrachudo. A dona da barragem já acendeu a luz amarela. Mas em  Itabirona o imprefeito “num tá nem aí” porque se apaixonou foi por um tal de  Coronavírus. Deve ser bonito. Ou cheio da grana.

 

 - O conhecido Ades Aegypti está devastando os bairros das beiradas chamadas de periferia. Ele mata também. O velho Cabrito conhece as braquiárias das redondezas todas. Mas o chefe do desgoverno  só consegue ver o tal de  Coronavírus. Aliás, isto é apelido, o nome correto é Covid-19. Deve ser uma beleza.

 

– A mineradora anunciou que vai embora de Itabirona, ou melhor, vai fechar a mineração daqui a  dez anos (disse isso faz dois anos, agora cai para oito). A arrecadação municipal de Itabirona  está caindo mais que o perigo do Coronavírus, mas o dirigente maior do município só pensa no Covid-19. Doidão por ele.

 

Como eu sou um bode (não expiatório, viu gente?)  e não posso berrar sem saber, procurei informações por aí  sobre o porquê desse amor destemperado pelo Covid-19. Aí saí perguntando de mato em mato, de capinzal em capinzal , e me contaram tudo.

 

Berram que  na  calamidade pública até o céu treme. Rosnaram que o amante de qualquer motivo (a gamação do prefeito é pelo vírus chinês) pode comprar de olhos fechados tudo que quiser – rapadura, capim, braquiária, couve —  e nem precisa dar explicações a ninguém, nem pesquisar, nem conferir a mercadoria. É coisada pra cá e dinheirama pra lá.

 

 Aí, a Vaca Braba, que tem mais tempo rodada que eu, veio me dizer que já foi comprado, às pressas, no maior corre-corre, com medo da virose passar, um monte de panos. E contou só pra mim e eu só vou espalhar no mato. Estão chegando, na correria: aventais para enfermeiras, luvas para humanos, máscaras que servem também para uso de assaltantes, tudo por R$ 300 mil só. Eita prefeitura rica, sô! E não falam que o royalty está acabando? Ou é mentira ou raiva do dono da cidade.

 

Estão agora uivando outra coisa: que vão construir  um “hospital de campanha”. Não acreditei de jeito nenhum! Até em Cabritolândia já foi proibido fazer campanha fora da hora, quanto mais  dentro de hospital.  Lá usava muito curral eleitoral, será isso que estão querendo fazer nas bandas de Itabiranona da Serra sem Cauê?

 

Gente, gente, gente! Se eu estiver pirado ou surtando, me socorram, eu nem estou acreditando no que a bicharada está me contando! Essa correria para comprar bugigangas  caras deixam a gente meio maluco.

 

Vou chamar o Leão, o Rei dos Animais, e o Burro, meu assessor direto, para darem uma chegada na terra de Itabirona e ver o que pode fazer para salvar o povaréu.


 

 

caracafm
 
INFORMAÇÃO DE QUALIDADE! E-mail: contato@noticiaseca.com.br
Notícia Seca 2020. Todos os Direitos Reservados.

Desenvolvedor: SITE OURO