0

Itabira, 22 de março de 2022. Falta menos de um mês para a comemoração de
aniversário de 22 anos da assinatura da primeira e mais importante questão que interessa aos itabiranos. Em 18 de maio de 2000 entre na história da cidade a Licença de Operação Corretiva (LOC) com a mineradora Vale, em ato solene realizado no auditório da Fundação Carlos Drummond de Andrade.

Charge Duke

A água continua sendo o foco principal e o “Projeto Rio Tanque” um instrumento depois inserido para substituir outro. Por aí se criou um divisor não só de águas, exemplo da transposição de bacias, como de opiniões da comunidade. Contra a favor foram em excesso. Mas ficou decidido que o Tanque venceu a eleição de rios.

SEMINÁRIO

O seminário terá início às 8h15 e o encerramento às 11h50, permitindo-se perguntas aos palestrantes, sendo um deles o representante da Empresa de Consultoria em Projetos de Engenharia (Aecom). Os patrocinadores e/ou copromotores são vários, mencionados no programa (ver quadro), comandados pela principal responsável, a Prefeitura de Itabira.


São esperadas respostas a várias perguntas:

— Por que aceitar o projeto Rio Tanque que demanda distância maior até o local de captação?
— Somado a esse fator, o terreno muito acidentado e repleto de outros obstáculos geográficos tornariam o custo da manutenção muito alto; o que fazer para reduzir tais problemas?
— A questão da transposição de bacia sequer foi discutida pela comunidade; como justificar essa falha? Ou não é falha?
— O tempo perdido até agora (22 anos) permite ao povo duvidar da conclusão das obras até 2030; como viver com bairros sem água até lá?
— Qual o atual relatório de gravidade do problema: está sendo considerado que o Saae tem mais de 3 mil pedidos de ligações de água, principalmente de pequenas indústrias, encalhados?
— Num cenário como este, como se pensar em atração de empresas a Itabira?

CONDICIONANTES

Entre as mais de 50 condicionantes da LOC de 2000 as numeradas de 11 a 15 estão diretamente relacionadas à água, com destaque para a 12 e “12.A”. Elas tratam diretamente do abastecimento público – a número 12 definiu as ações consideradas “de curto prazo” na época da aprovação e a “12.A” definiu que “as ações de médio e longo
prazo deveriam ser contempladas em cronograma a ser apresentado pela Vale à Feam até fevereiro de 2001”.
Nada feito, portanto, a cidade está sofrendo muito, ninguém precisa fazer pesquisa nem perguntar se adora viver sem o líquido mais importante da vida.

Notícia Seca

NS
José Sana, jornalista, historiador, graduado em Letras, nasceu em São Sebastião do Rio Preto, reside em Itabira desde 1966.

    Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude têm atividades gratuitas para crianças; saiba como participar!

    Matéria Anterior

    “Fogo amigo” faz o Cruzeiro perder o seu maior colaborador: Pedro Lourenço se retira

    Matéria Seguinte
    0 0 votes
    Article Rating
    Subscribe
    Notify of
    guest
    0 Comentários
    Inline Feedbacks
    View all comments

    Você também pode gostar

    Mais em Cidades