0

Com a proposta de identificar os impactos da pandemia no ensino da rede municipal, a Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria de Educação, vai aplicar a partir da próxima semana uma avaliação diagnóstica para analisar as habilidades vencidas pelos estudantes e permitir que o professor identifique conteúdos que já foram aprendidos e os que apresentam defasagens. A prova faz parte do programa “Reforço Escolar: Redefinindo Rumos na Pandemia” e será para estudantes do Ensino Fundamental Séries Iniciais e Finais (1° ao 9° ano) nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática.

O objetivo geral da avaliação diagnóstica, segundo a secretária de Educação, Luziene Lage, é obter informações sobre os conhecimentos, aptidões e competências dos estudantes com vistas a planejar intervenções, orientar modelos do processo de recuperação, melhorar a maneira de distribuição dos alunos por agrupamentos, considerando seu desenvolvimento socioemocional/cognitivo, em um modelo colaborativo.

“Com o resultado pretendemos verificar como o processo de ensino-aprendizagem transcorreu ao longo da pandemia, entender a dinâmica do trabalho pedagógico e a realidade dos estudantes relativamente às turmas. Além disso, vamos analisar o desempenho global de cada estudante, entre outras informações a serem obtidas”, explicou Luziene Lage.

Ainda, de acordo com a secretária, os pais, alunos e comunidade itabirana será informada sobre os resultados da aprendizagem e das capacidades/habilidades da educação municipal. “A avaliação aqui proposta tem como meta o aprimoramento do desempenho estudantil, e não apenas verificar o quanto ele sabe em função de um resultado a ser alcançado. Essa forma de conceber a avaliação como uma ferramenta que possibilita conhecer melhor os estudantes, identificar o que de fato eles aprenderam e estão aprendendo, permite ao professor e à equipe pedagógica tomar decisões mais conscientes em relação ao planejamento docente”, destacou.

A importância da aplicação do diagnóstico é reconhecer as competências e habilidades que foram desenvolvidas pelos alunos durante o período de isolamento, como eles lidaram com as atividades não presenciais e quais as dificuldades encontradas.

Para o prefeito de Itabira, Marco Antônio Lage, a avaliação nesse momento é fundamental para fornecer informações sobre o processo pedagógico que permita aos educadores decidirem sobre que intervenções e redirecionamentos necessários com a garantia de aprendizagem dos estudantes a partir das ações planejadas. “Os estudantes ficarão mais motivados e os professores compreenderão o processo de aprendizagem na busca por novas estratégias de ensino. Assim, professores e equipes pedagógicas poderão estruturar melhor os processos de aprendizagem”, afirmou o prefeito.

Até março, a Secretaria de Educação pretende ter os resultados da avaliação para orientar os próximos passos para a educação de qualidade.

Especialista em direito tributário, José Luiz de Lima é o novo Secretário de Fazenda de Itabira

Matéria Anterior

Deputado Mucida anuncia repasse de R$500 mil para Hospital de Nossa Senhora das Dores

Matéria Seguinte
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Você também pode gostar

Mais em Educação