0

Mais um fim de semana,19 de março de 2022, parece ser apenas mais um fim de semana. Tiros ecoam durante a madrugada em vários bairros, deixando moradores apreensivos e muito assustados.

Cenas de filmes de “bang-bang” estão se tornando comuns na vida dos itabiranos.

A mídia divulga toda a cena por meio de vídeos que fazem parte do Sistema de Monitoramento Vizinhança Colaborativa, uma parceria da Polícia Militar com a comunidade. Projeto de ponta, referência no Brasil e que está sendo implantado em vários locais de Itabira.

A comunidade assustada pergunta o porquê de tudo isso. E não encontra resposta.

Só existe uma causa: o comércio e uso de Substâncias Psicoativas – SPA, comumente conhecidas por “drogas”.

Itabira precisa reunir esforços compartilhados entre autoridades, entidades e a comunidade para um trabalho efetivo sobre a dependência química. Um trabalho de informação, prevenção e tratamento.

Acompanho os trabalhos, discussões e vários projetos apresentados por autoridades e entidades, todos muito importantes, mas falta atenção para o maior de todos os males que acomete o mundo inteiro: a Síndrome da Dependência.

E hoje não são apenas das drogas. São inúmeras as dependências, como: jogos, medicação, emagrecedores, internet, estética, entre outras. Todas igualmente prejudiciais com sua característica e gravidade na sua multidimensionalidade.

Medidas urgentes precisam ser tomadas para a mudança desta triste realidade.

Sônia Rodrigues de Souza
Sônia Rodrigues de Souza é Terapeuta holística e conselheira em toxicodependência, palestrante, professora no Curso de Formação de Conselheiros em Dependência Química no Exército Brasileiro, coordenadora do Grupo Amor Exigente de Itabira.

    Prefeitura institui Código de Ética e Conduta dos Agentes Públicos Municipais

    Matéria Seguinte
    0 0 votes
    Article Rating
    Subscribe
    Notify of
    guest
    0 Comentários
    Inline Feedbacks
    View all comments

    Você também pode gostar

    Mais em Colunas