0

Que ótima partida no Mineirão nesta noite, entre Atlético e América. O primeiro tempo foi bem melhor, mas no segundo é que saíram os gols, belíssimos aliás, apesar do Ademir estar impedido no empate do Galo, aos 40 minutos.

Felipe Azevedo abriu o placar, aos cinco, em jogada pessoal de craque. Entortou o Godin, que fez o também Kanapkis, entortado pelo Ronaldo Nazário quando estava iniciando a carreira no Cruzeiro. Eu que bati palmas para a contratação, agora estou aguardando um jogo sem erros graves do grande capitão da Celeste olímpica.

Por outro lado, um absurdo não haver VAR nessa fase da Libertadores.

O Coelho entrou com uma motivação que não existia nos tempos do técnico Marquinhos Santos, o que mostra que o ambiente era ruim, entre comissão técnica e jogadores. Wagner Mancini trabalhou apenas a cabeça dos seus comandados, já que não daria tempo de mexer taticamente.

Pelo volume de jogo, o Galo não merecia perder, mas ficou muito abaixo do esperado. Não conseguiu sair da marcação eficiente americana e seus principais talentos não se sobressaíram. Faltou a jogada genial de um Hulk, Savarino, Nacho ou Vargas. Mariano lançou magistralmente para o Ademir mostrar seu talento e empatar, mas estava claramente impedido, motivo da justa reclamação do América. Sem VAR, fazer o quê? O olho humano não é perfeito.

Chico Maia
Jornalista, https://blog.chicomaia.com.br. Ex-jornais Hoje em Dia, Super Notícia, O Tempo; Rádios Capital, Alvorada FM e Inconfidência. Fundador do Jornal Sete Dias.

Prefeitura de Itabira convida interessados para formação de novas Famílias Acolhedoras

Matéria Anterior

Prefeitura entrega alimentos arrecadados na corrida Mulheres em Movimento

Matéria Seguinte
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Você também pode gostar

Mais em Colunas