0

Embora saibamos que a raça humana, dentre tantas e quantas habitam sob o céu, destaca-se pelo singular modo de natureza, surpreende mesmo!

Durou apenas dias da minha última publicação por aqui, dizendo da podridão verbal de um sujeito conhecido por Monark, influencer de um Podcast, agora demitido por si só, e por ser o que manifestadamente foi ao fazê-lo. Tão lamentável quanto este, temos agora mais um episódio verbal inaceitável.

Ora, a coisa está cada vez mais séria!

Agora, um certo deputado estadual, Arthur do Val (Podemos/SP), conhecido como “Mamãe Falei”, teria dito que as Ucranianas “são fáceis porque são pobres” e que a fila de refugiadas é melhor do que “a melhor balada de São Paulo”. Afirma o deputado em áudios que teriam sido revelados, inicialmente, pelo site Metrópoles.

Cito-os nominalmente para entregá-los ao opróbrio.

Arthur do Val esteve na Ucrânia no último dia 28 para acompanhar os conflitos e, que também fez bombardear canhões salivados, dessa vez em forma de áudios que demonstram que a unção do voto nem sempre elege o bom caráter.

Vários foram os trechos dos áudios revelados à imprensa brasileira, mas ficaremos aqui com aquele lamentável ataque às mulheres ucranianas. O deputado tornou-se alvo de diversos pedidos de cassação do seu mandato na Assembleia Legislativa de São Paulo, claro, seria o mínimo a ser feito por seus pares.

Arthur do Val, até o dia 28 último, seria pré-candidato ao governo de São Paulo, o que parece extinta a pretensão e, sobretudo, a disputa à reeleição ao cargo eletivo de deputado estadual, que se avizinha.

O que está ocorrendo, de fato, com a humanidade? Mal estamos caminhando, em luta, para o fim de uma pandemia que matou vidas de cálculos perdidos, agora nos vem uma guerra declarada de chumbos, sangues e mortes provocadas.

Sabe-se que os principais motivos apontados pela crise envolvendo a Rússia e a Ucrânia se resumem na expansão da OTAN pelo Leste Europeu, bem como a possibilidade de a Ucrânia aderir à aliança militar, também se inclui a contestação ao direito da Ucrânia à sua soberania independente da Rússia. Por fim, a busca desejada de Vladimir Putin em restabelecer a zona de influência da União Soviética, extinta nos idos de 1991. Na época, os líderes das três principais repúblicas soviéticas, Rússia, Ucrânia e Bielorrússia, assinaram acordo declarando a dissolução da União Soviética, quando surgiu, então, a Comunidade de Estados Independentes.

Agora guerra! O poder está em luta armada, e documentos assinados parecem perder o valor que têm em si.

Não bastasse a dor da guerra, vidas perdidas, histórias interrompidas, nos vem um deputado brasileiro bombardear em comentários  inoportunos as mulheres ucranianas, no momento, sofridas, por um país em guerra. Vergonhoso, para não listar inúmeros adjetivos que caibam no tratamento dispensado às mulheres de um país em chamas.

O “Mamãe Falei”, certamente, está acostumado a dizer qualquer coisa, sem filtro e sem pudor.

Bom, estamos em ano eleitoral.

Diego Tomaz de Morais
Diego Tomaz de Morais é graduado em Direito pela PUC-MG, Chefe Especial de Divisão da Prefeitura de Morro do Pilar. IG: @diegotomaz.morais

    MPF ajuíza ação sobre vacinação infantil contra Anvisa, União, SP e fabricantes

    Matéria Anterior

    Prefeitura conclui repasse de área do Distrito Industrial II à Unifei Itabira

    Matéria Seguinte
    0 0 votes
    Article Rating
    Subscribe
    Notify of
    guest
    0 Comentários
    Inline Feedbacks
    View all comments

    Você também pode gostar

    Mais em Colunas